2020

II -Segundo Ato

Aproveite a Leitura

  • A Palavra Sonora - Epilef Annás

O Rap é Compromisso - Sabotage

Atualizado: Abr 29


Sabotage - Maestro do Canão (Alexandre De Maio)

Mauro Mateus dos Santos, pai de três filhos, ganhou notoriedade e se fez conhecer após o lançamento do álbum de Rap - O Rap é Compromisso - lançado em 2000 pelo rapper, artista e corintiano Sabotage!


Marco na história do rap nacional, possuí rimas cortantes e críticas sobre o cotidiano da periferia paulistana e criou identificação instantânea pelas periferias do Brasil. Ao longo de seu álbum narra histórias cotidianas; seu tom crítico, de uma forma única consegue se equilibrar na linha tênue entre a apologia ao crime e a denúncia aos crimes que se comete contra a periferia – o abandono e seus sujeitos.


Sobre essa tal periferia, imaginemos acordar de manhã com o córrego a céu aberto como vista primeira do seu dia, seu pai logo cedo caído na porta do bar, cães sarnentos aos montes na rua, o clima do crime roubando a cena logo cedo, a bola de capotão velha sendo chutada pelas crianças, e assim é, o misto da alegria e da tragédia, essa eterna desesperança de muitos jovens que já acordam derrotados, esquecidos, sem perspectiva, sem identificação com grandes artistas ou heróis possíveis na sociedade. Todos esses se vêm em um triste dilema, matar ou morrer? Só vou conseguir ser herói nessa quebrada se empunhar uma arma ou uma faca! Pois é, assim é a vida de muitos desses sujeitos. Mas Sabotage foi um acalento para essa falta de bons heróis.


Ele - Sabotage, querendo regar a paz nesse cenário, em pouco tempo de sua carreira profissional, se tornou um marco e um mártir no bairro do Brooklin, especificamente na Favela do Canão de São Paulo no Brooklyn-Sul.


As letras retratam as mazelas vividas pela comunidade da “Favela do Canão”, onde as dificuldades em lidar com a repressão policial, a criminalidade, o vício, a discriminação, o conflito do indivíduo consigo mesmo e a sua realidade; a diferença de classes e a ausência de políticas públicas voltadas às necessidades do povo que igualem em condições de brancos, negros, pardos e mestiços, ou de pobres e ricos; tudo acaba superficialmente superado, pela dignidade e solidariedade das pessoas que ali residem, por instinto de sobrevivência, por necessidade de lutar e seguir adiante.


As dez músicas que compõem seu álbum são um registro lúcido de um sujeito envolvido com as questões sociais de seu meio. Na música “O rap é compromisso”, Sabotage sabe que tem uma mensagem a dizer e não quer que seja em vão. “Não é viagem o que sei” ele diz, e diz mais e mais...

“...Menina Leblon - Vermelho Batom - Foi vista com Jow - Malhando na praça - Sabot Canão - Convoca no som - A Paz dos irmãos - De toda quebrada - Sabotage mano Anísio - Eu vejo diabólico confiro analiso - Um Branco e um Preto unido - Respostas que cala o ridículo...”. (Mun-Rá - Sabotage)

Influenciado por artistas que vão dos MC’s de Pirituba - A Rapaziada da Zona Oeste​ - RZO de Negra Li, DJ Cia, Sandrão, Helião e Calado, pelos MC’s do Capão Redondo - Racionais MC´s de Mano Brow, KLJ, Ice Blue e Edi Rock, pelo esquecido Cassiano, que pôde ser ouvido constantemente pelos sons de Tim Maia e também se dizia influenciado pelo mestre consagrado das palavras Chico Buarque em especial pela música “Construção” do Chico.


O rapper possuía uma versatilidade e dinâmica única em seus versos, com ritmo ora acelerado, ora cadenciado, criou um estilo de rima que até hoje influencia diversos MC’s nas quebradas espalhadas pelo Brasil, pôde além de tudo expandir sua arte para o cinema como a sua participação em Carandiru e no O Invasor, onde podia levar sua alma de artista - sua presença - sua palavra, ele ia e seu carisma não passava despercebido. Além de ser premiado no Prêmio Hútus, roubando a cena. Assim era Sabotage, um sabotador que onde podia entrava com seu jeito de sabotar.


Sua carreira foi interrompida tragicamente após uma inexplicada emboscada sofrida em 2003, no bairro da Saúde na Zona Sul de São Paulo. Já seu bairro conhecido popularmente como “Espraiada” pode ser considerada pela Favela do Canão, Palmares e Alba. Atualmente o nome da avenida que liga essas regiões chama-se Avenida Jornalista Roberto Marinho, ganhou nome após o falecimento do fundador das organizações Globo. Mauro Mateus ou Sabotage só tem seu nome lembrado pela sua arte, sua palavra e sua verdade.


Muito mudou na região desde o surgimento na mídia e falecimento do Sabotage, o bairro perdeu muito de seus “barracos”, a vista próxima do aeroporto ganhou grandes prédios e uma interminável obra do Monotrilho Linha 17-Ouro do Governo de São Paulo. O fogo se perpetuou misteriosamente por diferentes vezes em alguns barracos e regiões; prédios no Brooklyn e Campo Belo erguem-se sobre os escombros dos barracos e dão um tom diferente desde os tempos de Sabotage, com varandas gourmet blindadas, ou apenas brilhantes e bem decoradas, apenas um conjunto habitacional foi construído, ao final da antiga Avenida Águas Espraiadas, e esse conjunto já na esquina com a Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, desse conjunto a vista é para o prédio da Rede Globo de Televisão e pode ser visto diariamente nos jornais metropolitanos da emissora, este conjunto é sem dúvida uma simpática obra arquitetônica e também um raro conjunto habitacional, na cidade de São Paulo, pois não é encontrado nenhum que tenha tamanho acabamento. Já as produções de Sabotage por ora se acabaram, seu legado ecoa em seu som...

...Respeito é Pra Quem Tem!

...Salve Sabota!


Seus amigos, ídolos e fãs MC'S (Sandrão, Celo-X, DJ Raj, Mano Brown, Chorão e a Família Brooklyn-Sul) puderam ainda participar e compor um hino pela história e vida de Sabota.


Favela Chorou - Sandrão e Família Brooklyn-Sul

O RAP É COMPROMISSO - SABOTAGE

Epilef Annás (2015)



CONTATO PARA ADAPTAÇÕES E LICENCIAMENTOS

Para parcerias, desenvolvimento de produtos ou adaptação do conteúdo aqui representado nos contate.

OTROPICAL@OUTLOOK.COM.BR



TERMOS E CONDIÇÕES DE USO

*Os personagens, histórias ou temas são originais - criados e concebidos por seu autor, a exploração financeira indevida direta ou indireta desse conteúdo resulta em crime de direitos autorais, caso tenha dúvidas adicionais consulte.


O TROPICAL

Arte e Cultura

WWW.OTROPICAL.COM.BR


(CURTAM E COMPARTILHEM A PÁGINA E OS CONTEÚDOS)

#SãoPauloSP #AsSonoras #RapNacional #Sabotage #APalavraSonora #Brooklyn #RacionaisMCs #RZO #ChicoBuarque #FaveladoCanão #EpilefAnnás #FelipeSanna #ORapéCompromissoSabotage #ÁguasEspraiadas #FavelaChorou #OTropical #SabotageMaestrodoCanão