2020

II -Segundo Ato

Aproveite a Leitura

  • O Policarpo

O Discurso - O Grande Ditador de 1940

Atualizado: Abr 29


Desculpem-me, mas não pretendo ser um imperador. Isso não é do meu interesse. Eu não quero governar ou conquistar ninguém.


Gostaria de ajudar a todos - se possível - judeu, gentio, negro, branco. Todos nós desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim. Nós queremos viver na felicidade alheia, não na miséria alheia - nós não queremos odiar e desprezar uns aos outros. Neste mundo há espaço para todos e a terra é boa e rica, pode prover a todas as nossas necessidades.

O caminho da vida pode ser livre e lindo, porém nos perdemos no caminho. A cobiça envenenou a alma dos homens, levantou no mundo as muralhas do ódio e colocou-nos na miséria e na destruição da vida.

Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, insensíveis e cruéis. Pensamos muito e sentimos pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de bondade e de gentilezas.

Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo estará perdido. O avião e o rádio nos aproximaram. A própria natureza dessas invenções clama pela bondade do homem, clama por fraternidade universal... pela união de todos nós.

Neste momento, a minha voz chega a milhares de pessoas pelo mundo... milhões de crianças, mulheres, homens desesperados, vítimas de um sistema que faz os homens torturarem e aprisionarem vidas inocentes.

Aos que podem me ouvir eu digo: Não se desesperem! A desgraça que tem caído sobre nós não é senão a passagem da ganância... da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano. O ódio dos homens irá passar e os ditadores morrerão... e o poder que eles roubaram do povo retornará ao povo.

E enquanto morrem os homens, a liberdade nunca perecerá.

Soldados! Não vos entregueis a esses brutos... homens que irão desprezar você... e vão escravizar você... que irão regulamentar suas vidas... lhes dizer o que faz, o que pensar, o que sentir. Que irão vos mecanizar, digeri-los, tratar-lhes como gado e os utilizarão como pessoas descartáveis.

Não se entreguem a esses homens artificiais, homens máquinas, com mentes e corações maquinizados!

Vocês não são máquina!

Vocês não são gado!

Vocês são homens!

Vocês têm o amor da humanidade em seus corações!

Vocês não odeiam!

Apenas os não amados odeiam!

Os não amados e os artificiais!

Soldados!

Não lutem pela escravidão!

Lutem pela liberdade!

No décimo sétimo capítulo de São Lucas está escrito - "O Reino de Deus está dentro do homem"! Não de um só homem ou grupo de homens, mas todos os homens! Está em vocês! Vocês, o povo tem o poder de criar máquinas! O poder de criar felicidade! Vocês, o povo tem o poder de fazer essa vida livre e bela... de fazê-la uma maravilhosa aventura.

Então! Em nome da democracia - Usemos desse poder - Vamos todos nos unir.

Lutemos por um mundo novo... um mundo pacífico, que vai dar aos homens oportunidade de trabalhar, que dê futuro aos jovens e aos idosos segurança. Pela promessa de tais coisas que os brutos têm subido ao poder. Mas, eles mentem! Eles não cumprem essas promessas, jamais cumprirão! Os ditadores libertam-se, porém, escravizam o povo.

Lutemos nós, agora para cumprir essa promessa!

Lutemos para libertar o mundo!

Para acabar com as fronteiras nacionalistas!

Para acabar com à ganância, com o ódio e com a intolerância!

Lutemos por um mundo de razão, um mundo em que a ciência e o progresso conduzirão à felicidade de todos homens!

Soldados! Em nome da democracia, unamo-nos!

DISCURSO DO FILME - O GRANDE DITADOR (CHARLIE CHAPLIN)

Tradução - Felipe Zamboni (2015)


CONTATO PARA ADAPTAÇÕES E LICENCIAMENTOS

Para parcerias, desenvolvimento de produtos ou adaptação do conteúdo aqui representado nos contate.

OTROPICAL@OUTLOOK.COM.BR

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO

*Os personagens, histórias ou temas são originais - criados e concebidos por seu autor, a exploração financeira indevida direta ou indireta desse conteúdo resulta em crime de direitos autorais, caso tenha dúvidas adicionais consulte.


O TROPICAL

Arte e Cultura

WWW.OTROPICAL.COM.BR


(CURTAM E COMPARTILHEM A PÁGINA E OS CONTEÚDOS)

#1940 #AsCrônicas #OGrandeDitador #CharlieChaplin #Guerras #Liberdade #Ganância #MundoCrônico #FelipeAZamboni #OTropical